terça-feira, 12 de maio de 2009

BioAgradável: viaje nessa ideia

Cheguei tão cansada hoje em casa, mas, apesar disso, carregando aquela sensação de dever cumprido, trabalho feito, dia produtivo.

No entanto, muuuuito cansada, sem ânimo para muitas coisas.

Eis, que venho buscar algum refúgio na blogosfera e encontro um presente lindo da Laura, do Coisas Frágeis. E eu não poderia deixar de cumprir à risca as instruções do presente: ela criou um selo que dá asas à ideia de ser bioAgradável. A palavra sugere, mas é melhor mesmo ler o texto "explicativo" que acompanha o selo. Segue abaixo.
.

Seja bioAgrádavel

"Há pessoas bioagradáveis, de presença e prosa facilmente digeríveis pelos microorganismos que decodificam nossa emoção e nossa empatia. Há pessoas agradáveis que alegram o mundo com o som de seu coração, a sonoridade de seu riso e o brilho de seus olhos. Não sabendo o que lhes acontecerá no momento. Na arte de viver, há de se ter sabedoria suficiente para aceitar todas as ambigüidades e contradições, convivendo com a alegria e a tristeza, a grandeza e a mesquinharia.
Encarar a realidade é fundamental, mas desfrutar da companhia de pessoas bioagradáveis é essencial. Só assim nos tornaremos uma delas. Trazem na alma a leveza capaz de operar a magia da vida; estão preparadas para mudanças e sua sabedoria lhes dá flexibilidade. São pessoas que vão até a raiz dos problemas e acontecimentos, aprendendo com eles; enxergam além do discurso ou do fato; a superficialidade não faz parte de seu DNA. Sabem que há coisas essenciais e fundamentais e outras fundamentais, mas não essenciais.
São pessoas iluminadas que mantém seu alto-astral, apesar dos problemas cotidianos. Espalham uma “bondade que não se sente, tão natural é a sua compaixão”. Praticam o melhor exercício, de uma força terapêutica incrível: conjugam a qualquer hora e tempo o verbo AMAR. São capazes de transmutar energias negativas em possibilidades de amizade, perdão, paciência, suavidade, afetividade, amorosidade que, em principio, podem parecer prerrogativas femininas. Não estou falando de homem ou mulher; falo do gênero humano.Falo do equilíbrio necessário à convivência pacifica e harmônica entre todos.A única e verdadeira chance da humanidade ser próspera e feliz reside em reciclar-se, rapidamente, zerando esse ciclo vicioso em que vivemos, reorganizando-se em uma sociedade justa e solidária, capaz de compaixão, capaz de amar-se e amar o próximo como a si mesmo.
Ser bioagradável é o único passaporte que nos levará ao nosso destino: a felicidade. "

[Autor desconhecido]

Apoio essa ideia! E passo o selo para o seguidores desse blog, que participam da corrente do bem! São todos bioAgradáveis!

8 comentários:

Dani M. disse...

Oi Gisa. Que texto lindo. Adorei a idéia de ser biodegradável. mas teria que ler esse texto todos os dias como se fosse uam oração para me tornar assim.
lendo o texto me veio uma pessoa na mente de imediado: a juju lobo, nossa amiga da ufma, lembra? Ela fez jornalismo. A Juju definitivamente é a pessoa mais biodegradável que eu conheço.
Um beijo bem grande e um ótimo dia pra vc!

Du disse...

Oi Gisele!
Achei muito legal o selinho e principalmente o texto de onde ele surgiu, é muito interessante!
Obrigada por me considerar uma pessoa "bioAgradável", você também é, com certeza!

Beijos de bom dia!

Gaby disse...

Olá, Gisele!

Vou levar o selo, querida!
Acho que se todos tentarmos ser cada vez mais bioAgradáveis, este Mundo começará, finalmente, a ser melhor!
Beijossssss.

Gisele Amaral disse...

Dani, a Xoxó é mesmo uma bioAgradável de primeira! Que mocinha maravilhosa! Como posso esquecê-la? Jamais!

Mas alé da Ju, claro que acho que tu, a Du, a Gaby e mais esse povo que sempre passa por aqui é um super-time de bioAgradáveis, um monte de gente boa de se relacionar!

Um cheiro!
=*

Prix disse...

Bem legal esse selo bioAgrádavel...
Até!
=]

Coisa Frágil disse...

olá Gisele....

obrigada pelo comentário, agradeço mais ainda ter aceito o selo...o texto e divulgar...quem diz que a internet está chata, é pq não conhece pessoas como vc....muito BioAgradavel...

bjus linda

Nina disse...

Nossa, que texto!!
perfeito Gi

nunca havia pensado nisso, ser bio..

é ser legal.

D.Ramírez disse...

infelizmente tem muitos q se acham bio e nao sao, se misturam, mas vamos para o melhor caminho e trocar essas coisas boas da vida q realmente é oq interessa. E viva a biodiversividade, e viva ser bio melhor sempre.

Besos