domingo, 25 de novembro de 2007

Se a moda pega... parte 2


O apaixonado e o objeto de sua paixão

Sim, eu também não acreditei. Quando li essa notícia na Folha Online, há uns dias atrás, cheguei a pensar que se tratasse de uma pegadinha, uma piada, uma notícia desimportante, desinteressante, coisas do tipo. Num segundo olhar, me pareceu que nessa internet inventam cada coisa! Mas eis a notícia...

Patrick Moberg apaixonou-se perdidamente por uma garota que viu no metrô de Nova York e achando que nunca mais a encontraria novamente, resolveu criar um site, o nygirlformydreams, onde desenhou um esboço da moça, informando "vi a garota dos meus sonhos". Ele também deixou o número do seu telefone - não esquecendo de pedir "call me?"
E não é que a estratégia deu certo?! Dois dias depois, um amigo da mocinha viu o apelo, mandou um email para o apaixonado e colocou os dois em contato. O resto você pode imaginar. Dias depois do primeiro encontro, os dois foram convidados para participar do programa "Good Morning America", do canal ABC - uma espécie de "Mais Você" americano - e contaram a história toda lá.
Agora a parte chata da história: a moça por quem Patrick se apaixonou se chama Camille Hayton e é estagiária numa revista americana de comportamento, a BlackBook, que não perdeu a chance de faturar e abriu um concurso em que oferece outra de suas estagiárias para ser a próxima garota dos sonhos do metrô de Nova York. É mole?
(Não vou divulgar aqui o site da revista por achar que é muito oportunismo dessa tal BlackBook. E aliás, depois do imbróglio todo, será que, pelo menos, eles efetivaram a Camille?).

Se a moda pega...: seria uma "revolução" priorizar nos noticiários e jornais, historinhas de amor engraçadas como essa, em vez de só publicarem notícias tristes e escabrosas como essa aqui.

Fonte: Folha Online

P.S. A notícia triste e escabrosa que você vai encontrar no link é aquela mesmo, a da menina que ficou presa com mais de 20 homens numa cela de delagacia no Pará. Essa deve ser uma das mais revoltantes e tristes notícias do ano. Inclusive o Inagaki escreveu um sincero desabafo sobre o fato.

* * *
Ouvindo agora: Ana's Song - Silverchair
.

3 comentários:

Sara Castele disse...

Ei Gisa, gostei muito do seu Artigo!! É empolgante ver, nos tempos de hoje, que ainda existe homens com esta pureza na alma. Adorei!!!Quem sabe eu faça, antes dos roteiristas hollywoodianos, um roteiro de longa, inspirado nesta bela historia! rsrs. bjos.

Paty disse...

Essa história é muito gracinha mesmo! Nem dá pra acreditar.
Bjs.

Inagaki disse...

É bom ver uma história bacana como a do rapaz do metrô de vez em quando. Arre, de vez em quando os jornais precisam nos dar uma folga das más notícias!